Relatório dos CDC indica que variante Delta é tão contagiosa quanto a catapora | TVPAULISTA.com 100% Internet

Um relatório interno dos Centros de Controlo e Prevenção de Doenças (CDC) dos Estados Unidos indica que a variante Delta é tão contagiosa como a varicela.   O jornal Washington Post teve acesso a este relatório interno do CDC, que indica que a variante...

artigos, notícias, jornalismo, reportagens

Relatório dos CDC indica que variante Delta é tão contagiosa quanto a catapora

Publicado por: Editor
05/08/2021 04:57 PM

Um relatório interno dos Centros de Controlo e Prevenção de Doenças (CDC) dos Estados Unidos indica que a variante Delta é tão contagiosa como a varicela.

 

O jornal Washington Post teve acesso a este relatório interno do CDC, que indica que a variante Delta parece causar doença mais grave do que as outras variantes que já foram identificadas e que se propaga tão facilmente como a varicela.

 

O documento, que dá a entender às autoridades que têm de começar a “reconhecer que a guerra mudou”, avança ainda com uma nota urgente, que mostra que a comunicação deve ser reformulada para enfatizar a vacinação como a melhor defesa contra uma variante tão contagiosa e que atua quase como um vírus diferente, sofrendo mutações mais rapidamente do que o Ébola ou uma gripe comum.

 

Segundo o mesmo jornal norte-americano, o relatório cita também uma combinação de dados obtidos recentemente, que ainda não foram publicados, que mostram que pessoas vacinadas que foram infetadas com a variante Delta podem ser capazes de transmitir o vírus tão facilmente como aqueles que não estão vacinados.

 

As pessoas vacinadas que ficaram infetadas com a Delta, inicialmente detetada na Índia, têm cargas virais semelhantes àquelas que não estão vacinadas e estão infetadas com esta variante, pode ler-se ainda.

 

Os cientistas destes Centros de Controlo e Prevenção de Doenças ficaram tão alarmados com a nova investigação que a agência, no início da semana, mudou significativamente as orientações para os vacinados.

 

Agora, as recomendações voltam a apelar para que todos – quer estejam vacinados ou não – usem máscaras em locais públicos fechados em determinadas circunstâncias.

 

Uma parte desta apresentação declara que existe um risco maior de hospitalização e morte entre os grupos etários mais velhos em comparação com pessoas mais jovens, independentemente do seu estado de vacinação. E que há 35 mil infeções sintomáticas por semana entre 162 milhões de norte-americanos vacinados.

 

Segundo o Washington Post, o relatório inclui dados de estudos que mostram que as vacinas não são tão eficazes em doentes imunodeprimidos e residentes em lares, admitindo a possibilidade de ser necessária uma terceira dose em alguns casos.

 

O documento clarifica que a vacinação dá uma proteção substancial contra o coronavírus, mas também mostra que os CDC devem “melhorar as comunicações em torno do risco individual entre os vacinados”.

 

Originalmente Publicado Por: Planeta ZAP

Imagens de notícias

Tags:

Compartilhar

Comentários