6 regras para um conflito saudável | TVPAULISTA.com Mobile Television Network

Margareth Signorelli conta como transformar uma discussão em uma oportunidade para crescimento do relacionamento   A maior convivência entre os casais provocou o aumento do número de divórcios e separações ...

conflitos, soluções

6 regras para um conflito saudável

Publicado por: Editor
30/09/2021 06:01 PM
Cortesia Pexels
Cortesia Pexels

Margareth Signorelli conta como transformar uma discussão em uma oportunidade para crescimento do relacionamento

 

A maior convivência entre os casais provocou o aumento do número de divórcios e separações durante a Pandemia. O fato de as pessoas ficarem mais próximas e submetidas a uma convivência integral acabou provocando a sobrecarga física e emocional entre os parceiros e, consequentemente, muitos conflitos.

 

Posso imaginar o que você sentiu quando leu este título se pergunto e é possível existir um “Conflito Saudável?”. A resposta é sim! Deve existir.

 

Segundo John Gottman, PHD em Relacionamentos e uma das maiores autoridades no mundo nesta área, os conflitos são extremamente importantes em um relacionamento, pois são a forma que cada um tem para expressar sua opinião e fazer com que o casal consiga chegar a um consensoPara o especialista “o conflito saudável” leva o casal a um patamar superior ao que estavam anteriormente, consolidando a conexão entre os dois”.

 

Apesar de ser algo positivo, nem sempre temos consciência de como nos expressamos em um conflito e, muitas vezes, a forma como nos manifestamos pode refletir positiva ou negativamente, independente das nossas melhores intenções.

 

Para guiar você em um momento de conflito, separoi 6 Regras que farão com que seus objetivos continuem os mesmos, mas com diferentes abordagens capazes de proporcionar um resultado mais positivo para o relacionamento.

 

  • NÃO ROTULAR- “Você é.....” - Quando rotulamos o outro afastamos a possibilidade de conexão. Ninguém gosta de ser rotulado, principalmente em uma discussão.
  • NÃO JULGAR- Não acusar- “Você fez isto...”. Quando acusamos ou julgamos geramos no outro a necessidade de defesa. Melhor é dizer “Quando isto aconteceu, eu me senti assim...”. Explore suas emoções, e fale como se sentiu quando algo aconteceu, pois quando mostramos nossos sentimentos, a receptividade muda e geramos empatia.
  • NÃO TRAZER O PASSADO PARA A DISCUSSÃO DE HOJE - Concentre-se no que quer resolver hoje. Trazer o passado não vai resolver o que passou e muito menos o que precisa ser resolvido hoje.
  • NÃO DIGA “VOCÊ NUNCA...” OU “VOCÊ SEMPRE...”. Limitar a pessoa dizendo que ela Sempre ou Nunca constrói um abismo entre os dois. É melhor dizer “Eu preferia que você fizesse...”
  • NÃO APELAR- Nós adultos maduros sabemos nossos limites e devemos prestar atenção nos limites do outro para não os ultrapassar. Isto se chama Respeito.
  • DESCULPE-SE- Caso cometa algum deslize no seu conflito peça desculpas. Não tem nada mais nobre do que admitir um erro e se desculpar.

 

Aproveite essas regras 6 regras, tente aplicá-las no seu relacionamento e cuide para que os conflitos não sejam uma batalha, mas sim uma oportunidade de crescimento e maior conexão entre vocês.

 

SOBRE MARGARETH SIGNORELLI

Profissional com formação internacional, Margareth Signorelli tem como missão auxiliar, apoiar, encorajar e guiar pessoas no processo de transformação, buscando o autoconhecimento profundo e quebra de obstáculos internos que impedem que o bem-estar e o amor fluam livremente em suas vidas

Imagens de notícias

Tags:

Compartilhar

Vídeos relacionados

Comentários