China vende drones assassinos ao Médio Oriente | TVPAULISTA.com Para dispositivos móveis

China vende drones capazes de matar automaticamente, sem necessidade de controle humano. Os seus principais clientes serão a Arábia Saudita e o Paquistão.   Segundo o site Defense One, uma empresa chamada Ziyan está comercializando um modelo de drone, ...

noticias, artigos, notas, releases, pautas, tv, acontecimentos, fatos, reportagens

China vende drones assassinos ao Médio Oriente

Publicado por: Editor
17/11/2019 06:21 PM
(dr) Ziyan
(dr) Ziyan

China vende drones capazes de matar automaticamente, sem necessidade de controle humano. Os seus principais clientes serão a Arábia Saudita e o Paquistão.

 

Segundo o site Defense One, uma empresa chamada Ziyan está comercializando um modelo de drone, do género de um helicóptero, chamado Blowfish A3, armado com uma metralhadora, para compradores internacionais, além de estar negociando a venda do seu modelo Blowfish A2 para os governos da Arábia Saudita e do Paquistão.

 

O Secretário de Defesa dos Estados Unidos, Mark Esper, falou sobre o assunto numa Conferência da Comissão de Segurança Nacional sobre Inteligência Artificial no último dia 4 de novembro.

 

“Enquanto conversamos aqui, o governo chinês já está a exportar alguns dos seus drones aéreos militares mais avançados para o Médio Oriente, enquanto se prepara para exportar VANTs (veículos aéreos não tripulados) furtivos de próxima geração quando eles ficarem online. Além disso, os fabricantes chineses de armas estão a vender drones anunciados como capazes de total autonomia, incluindo a capacidade de realizar ataques letais direcionados”, disse.

Recentemente, o Defense Innovation Board, uma organização cujo objetivo é trazer a inovação tecnológica e as melhores práticas do Silicon Valley para as Forças Armadas dos EUA, apresentou uma lista de princípios de Inteligência Artificial que as forças americanas deveriam seguir. Nesta lista, ainda de acordo com o Defense One, o controlo humano era crucial.

 

Esper, que apoiou o documento, disse ainda que era “preocupante” que empresas e corporações multinacionais fornecessem “inadvertidamente ou tacitamente” tecnologia ou investigação por trás do “uso antiético de Inteligência Artificial da China”.

 

Fonte ZAP // HypeScience

Imagens de notícias

Tags:

Compartilhar

REVENDA MODA INFANTIL

Vídeos relacionados