Os políticos mentem, mas os que o fazem com "realismo" são mais bem sucedidos | TVPAULISTA.com Digital 100% Streaming OTT

Há um estereotipo criado em torno dos políticos que parece muito difícil de apagar. A grande maioria das pessoas considera que todos os que ocupam estes lugares têm tendência para mentir. Agora, um novo estudo resolveu tirar isso a limpo, avaliando a h...

eleições, artigos, leis, doutrinas, datas, partidos, politicas

Os políticos mentem, mas os que o fazem com "realismo" são mais bem sucedidos

Publicado por: Editor
17/10/2020 11:53 AM
Courtesy Pixabay
Courtesy Pixabay

Há um estereotipo criado em torno dos políticos que parece muito difícil de apagar. A grande maioria das pessoas considera que todos os que ocupam estes lugares têm tendência para mentir. Agora, um novo estudo resolveu tirar isso a limpo, avaliando a honestidade dos indivíduos.

 

Na sociedade em geral a honestidade é altamente valorizada na política porque os indíviduos que não mentem devem, em princípio, fornecer informações mais confiáveis aos seus eleitores. Neste contexto, dois economistas realizaram uma análise a vários políticos, com o intuito de avaliar com precisão o desempenho de alguns políticos no exercício das suas funções.

 

Neste estudo publicado na PNAS a 8 de setembro, os especialistas mediram as preferências de 816 políticos por dizer a verdade, e estudaram as características observáveis associadas à honestidade. Durante a pesquisa, os economistas descobriram que os indivíduos que optam por não mentir têm taxas de reeleição mais baixas, o que sugere que a honestidade pode não ser a melhor estratégia política.

 

Para a pesquisa, os 816 políticos espanhóis tiveram de responder em que medida é que estavam interessados em receber os resultados do estudo. Quase metade disse que estava muito interessado e a maioria dos restantes respondeu que estava “bastante interessado”.

 

No final da pesquisa, os políticos foram convidados a lançar uma moeda ao ar e dizer que face da mesma lhes tinha saído. Apenas os que respondessem “cara” obteriam as informações que desejavam.

 

Segundo o IFL, não havia como saber se cada político inquirido disse a verdade, mas a amostra era suficientemente grande para perceber o verdadeiro resultado, uma vez que este não poderia variar muito de 50% (pois quando se atira uma moeda ao ar, ou sai cara, ou sai coroa).

 

Ainda assim, 68% afirmou que, quando atirou a moeda, lhe saiu cara, o que significa que há a possibilidade de muitos estarem mentindo. Janezic e Gallego concluíram assim que 36% dos inquiridos que viram coroa mentiram.

 

No entanto, o fato de mais de metade dos políticos dizer a verdade, pode surpreender muitas pessoas que acreditam que “todos os políticos mentem”. Mas o certo é que, de acordo com o estudo, quando dizem a verdade, raramente colhem grandes frutos.

 

Fonte: Planeta ZAP //

Imagens de notícias

Tags:

Compartilhar

Vídeos relacionados