Uvas, chocolate ou chá verde podem bloquear a principal enzima do SARS-CoV-2 | TVPAULISTA.com 100% Internet

De acordo com um novo estudo, compostos químicos presentes em alimentos ou bebidas como chá verde, uvas e chocolate negro, podem ligar-se e bloquear a função de uma enzima específica, ou protease, do vírus SARS-CoV-2.   De acordo com De-Yu Xie, autor d...

alimentos, chá, covid, sars-cov-2

Uvas, chocolate ou chá verde podem bloquear a principal enzima do SARS-CoV-2

Publicado por: Editor
10/12/2020 05:23 PM
Courtesy Pixaby
Courtesy Pixaby

De acordo com um novo estudo, compostos químicos presentes em alimentos ou bebidas como chá verde, uvas e chocolate negro, podem ligar-se e bloquear a função de uma enzima específica, ou protease, do vírus SARS-CoV-2.

 

De acordo com De-Yu Xie, autor do estudo publicado no Frontiers in Plant Science, as proteases são importantes para a saúde e a viabilidade das células e vírus. Se estas forem inibidas, as células não podem realizar muitas das suas funções importantes – como a replicação, por exemplo.

 

“Um dos focos da nossa pesquisa é encontrar nutracêuticos em alimentos ou plantas medicinais que inibam a forma como o vírus se liga às células humanas, ou a propagação do vírus em células humanas”, refere Xie.

 

Para o estudo, os investigadores realizaram simulações de computador e estudos de laboratório. Assim, a equipa mostrou como a chamada “protease principal” (Mpro) no vírus SARS-CoV-2 reagiu, quando foi confrontada com uma série de diferentes compostos químicos vegetais já conhecidos pelo seu poder anti-inflamatório e anti-oxidante.

 

“O Mpro no SARS-CoV-2 é necessário para que o vírus se replique e se reúna. Se pudermos inibir ou desativar essa protease, o vírus irá morrer“, explica o autor do estudo.

 

As simulações de computador mostraram que os compostos químicos presentes em chá verde, em duas variedades de uvas muscadine, e em cacau em pó e chocolate negro, podem ligar-se a diferentes porções do Mpro.

 

“O Mpro tem uma parte que é como uma “bolsa” que foi “preenchida” pelos compostos químicos”, explica Xie, acrescentando que, durante o processo de análise, “quando esta bolsa foi preenchida, a protease perdeu a sua importante função”.

 

As experiências de laboratório mostraram resultados semelhantes, pois os compostos químicos presentes no chá verde e nas uvas inibiram a função do Mpro.

 

No caso dos compostos químicos do cacau em pó e do chocolate amargo, estes reduziram a atividade do Mpro a mais de metade, refere o Futurity.

 

Originalmente Publicado por: Planeta ZAP //

 

 

Imagens de notícias

Tags:

Compartilhar

Comentários