Nova corrida ao Espaço, a “galinha dos ovos de ouro” e avizinha-se uma guerra legal

Publicado por: Editor
04/07/2022 07:26 PM
Exibições: 173
Divulgação/Nasa
Divulgação/Nasa

Na nova era da corrida ao Espaço, a ciência torna-se secundária e a verdadeira “galinha dos ovos de ouro” são os recursos da Lua.

 

Em 2019, a empresa ArianeGroup assinou um contrato de um ano com a Agência Espacial Europeia para estudar a possibilidade de enviar uma missão à Lua antes de 2025, que terá como objetivo extrair regolito.

 

Em comunicado, a empresa explicava que o regolito é um material presente na superfície lunar a partir do qual é possível obter água e oxigénio, o que, no futuro, permitiria projetar a presença humana no satélite terrestre e produzir o combustível necessário para lançar missões exploratórias mais distantes.

 

Este é apenas um entre os vários esforços de diferentes países em acorrer à mineração da Lua. Devido aos seus valiosos recursos, a Lua é o principal foco de uma nova corrida ao Espaço, em que a ciência ganha um papel secundário.

 

O investimento para chegar à Lua foi astronómico desde o início. O custo total, ajustado à atual inflação, do programa Apollo, que levou o Homem à Lua pela primeira vez, foi de 280 mil milhões de dólares, de acordo com uma recente estimativa da The Planetary Society.

 

Desde então, muito mudou neste terreno. Empresas privadas como a SpaceX, de Elon Musk, ou a Virgin Galactic, de Richard Branson, começaram a aventurar-se no Espaço.

 

turismo espacial está também, aos poucos, a tornar-se a nova sensação. Uma viagem ao Espaço está a deixar de ser algo apenas ao alcance de astronautas e multimilionários, sendo possível, em breve, fazê-lo por algumas dezenas de milhares de dólares.

 

Paralelamente, missões recentes à Lua confirmaram a existência de recursos importantes que serão fundamentais para a presença humana permanente no nosso satélite natural e iniciar uma nova indústria de mineração espacial, escreve a revista Science Focus.

 

Fonte: Planeta ZAP

Imagens de notícias

Tags:

Compartilhar

Comentários