Vírus alteram odores humanos, tornando-os mais atraente para os mosquitos

Publicado por: Editor
08/07/2022 03:12 PM
Exibições: 135
Fêmea de Aedes aegypti, mosquito que pode transmitir três doenças: zika, dengue e chikungunya/Cortesia Editorial Shutterstock
Fêmea de Aedes aegypti, mosquito que pode transmitir três doenças: zika, dengue e chikungunya/Cortesia Editorial Shutterstock

Alguns vírus, como o da zika e da dengue, alteram o cheiro dos ratos e humanos que infetam, para que o novo aroma seja como um “perfume” e atraia os mosquitos. Conseguem assim fazer mais “vítimas”, revelou um estudo.

 

Por Taísa Pagno

Já havia sido demonstrado anteriormente que tanto a malária quanto a inflamação geral podem mudar o cheiro das pessoas. Através deste estudo, publicado recentemente na Cell e divulgado na Science Daily, os investigadores queriam perceber se uma infeção viral por dengue ou zika poderia ter o mesmo efeito.

 

Para chegar aos resultados, a equipa começou por testar se os mosquitos mostravam preferência por ratos infetados. De fato, quando os mosquitos puderam escolher entre ratos saudáveis ​​ou infetados com dengue, se sentiram mais atraídos pelos segundos.

 

De seguida, a equipa analisou as moléculas com maus odores na pele dos ratos infetados e na dos saudáveis, analisando individualmente as identificadas.

 

Os investigadores descobriram então que uma das moléculas odoríferas, a acetofenona, era especialmente atrativa para os mosquitos. Os odorantes cutâneos coletados de pacientes humanos com dengue mostraram a mesma coisa.

 

A acetofenona é produzida por bactérias Bacillus, que crescem na pele humana (e na dos ratos). Normalmente, a pele produz um peptídeo antimicrobiano que mantém as populações de Bacillus sob controle. Contudo, quando há infeção de dengue ou zika, não é produzido tanto o peptídeo antimicrobiano e as Bacillus proliferam.

 

“O vírus pode manipular o microbioma da pele dos hospedeiros para atrair mais mosquitos, para que se espalhem mais rapidamente”, disse Penghua Wang, imunologista da UConn Health e um dos autores do estudo. As descobertas podem explicar como os vírus que envolvem mosquitos conseguem persistir por tanto tempo.

 

A dengue é transmitida por mosquitos, normalmente em zonas tropicais e subtropicais, causando febre, erupção cutânea, dores, hemorragia e, em alguns casos, pode originar a morte.

 

A zika é outra doença viral transmitida por mosquitos da mesma família da dengue. A febre amarela, a encefalite japonesa e a febre do Nilo Ocidental também são membros desta família de vírus.

Originalmente publicado por: Planeta ZAP

Imagens de notícias

Tags:

Compartilhar

Comentários