Derrubaram o site Bolsoflix? Sim, mas seus vídeos estão aos ventos sendo compartilhados

Publicado por: Editor
05/10/2022 10:07:21
Exibições: 171
Divulgação
Divulgação

Remove-se um site, um dominio, mas os vídeos são levados ao vento, jamais se resgata.



O site BolsoFlix que reunia e disponibilizava centenas de vídeos, com farta documentação, supostamente desmascarando Bolsonaro e familiares, foi derrubado  pela ministra Maria Claudia Bucchianeri, do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ela mandou suspender sites que realizam propaganda eleitoral negativa contra um ou contra outro, no caso, candidatos políticos. As postagens nas redes sociais relacionadas a eles também devem sair do ar.



Tanto TSE quanto aqueles que pediram a remoção esquecem-se de uma regra cruel na internet, vídeos e qualquer outra coisa publicados na rede ganham uma vida independente chamada url, um nome individual. Remove-se o que? Um domínio e sua base de dados, jamais cada arquivo.  Profissionais não mantém arquivos originais em pendrives ou computadores, arquivos importantes ficam em nuvem, ganham renomeações, novos endereços etc.

 

Uma vez publicado na internet é como papel picado jogados ao vento, nunca mais conseguimos recuperar. Os vídeos, por exemplo, uma vez na nuvem (CDN), podem ser baixados, editados, republicados, redistribuídos e compartilhados a qualquer momento. Portanto, remove-se um domínio, um site, jamais seu conteúdo.



Eles estão em nuvem, HDs externos, CDNs (Milhares de servidores) e oportunamente prontos para ser baixados e renomeados, reeditados e pipocando em outras centenas de domínios, compartilhados nas redes sociais às pencas. Isso explica os recentes vídeos postados contra um ou contra outro político, como no caso da Loja Maçonica, de comer carne humana e tantos outros que ainda estão por surgir. Reputação, online ou offline, sem ação!

Aqui está um exemplo: https://www.bolsopedia.org/desmentindobozo

Compartilhar

Comentários