TikTok expõe jovens a suicídio e transtornos alimentares a cada 39 segundos

Publicado por: Editor
18/12/2022 16:42:23
Exibições: 157
Cortesia Editorial Pixabay
Cortesia Editorial Pixabay

De 39 em 39 segundos é sugerido a um adolescente conteúdos sobre imagem corporal ou saúde mental no TikTok

 

A revelação vem, segundo uma análise do Center for Countering Digital Hate (CCDH), uma organização sem fins lucrativos sediada em Londres e Washington.

 

Para realizar o estudo, o CCDH criou contas nos Estados Unidos (EUA), Canadá, Reino Unido e Austrália. Afirmando ter a idade mínima legal para criar uma conta (13 anos), os investigadores descobriram que, em 2,6 minutos na For You Page (recomendados pelo algoritmo), foi sugerido um conteúdo relacionado com suicídio.

 

Segundo a investigação, foram necessários apenas 8 minutos para que aparecesse um conteúdo relacionado com distúrbios alimentares. A cada 39 segundos, o TikTok recomenda aos jovens vídeos sobre imagem corporal ou saúde mental, relatou a Sábado, que cita o estudo.

 

Os jovens são “bombardeados com conteúdos nocivos e angustiantes, que podem ter um impacto cumulativo significativo na sua compreensão do mundo e na sua saúde física e mental”, avançou a análise.

Como indicou a Sábado, os investigadores criaram perfis “standard” e perfis “vulneráveis” – através destes últimos receberam 12 vezes mais sugestões de conteúdos nocivos, incluindo de automutilação e de suicídio.

 

A equipe constatou ainda que existe conteúdo relacionado com distúrbios alimentares que ultrapassa as 13 milhões de visualizações.

 

Dois terços dos adolescentes norte-americanos utilizam a aplicação e o tempo médio de utilização diária é de 80 minutos.

 

Com informações do Planeta ZAP

 

 

Imagens de notícias

Tags:

Compartilhar

Comentários