Google admitiu rastrear usuários mesmo no modo de navegação anônima

Publicado por: Editor Feed News
01/01/2024 18:36:21
Exibições: 63
Cortesia Editorial Unsplash
Cortesia Editorial Unsplash

Google: US$ 5 bilhões em danos por rastrear usuários

 

O Google concordou em resolver um processo nos EUA que alegava ter violado a privacidade dos usuários ao rastreá-los mesmo no modo de “navegação privada”. Isto é noticiado pela BBC.

 

A ação processual foi apresentada em 2020 e pedia pelo menos US$ 5 bilhões em danos. O Google recorreu e apresentou um acordo de liquidação, cujos termos não foram divulgados, mas espera-se que seja aprovado pelo tribunal até fevereiro de 2024.

 

A petição alegava que o Google rastreava a atividade do usuário mesmo no modo de navegação privada. A empresa interferiu na privacidade dos usuários, coletando informações sobre suas atividades na Internet mesmo sem o seu consentimento. O Google disse que divulgou abertamente a coleta de tais informações, mas disse que não estava claro para os usuários.

 

O juiz rejeitou o pedido do Google para encerrar o caso, decidindo que a empresa não poderia aceitar que os usuários tivessem consentido na coleta de informações sobre suas atividades no modo de navegação privada. Esta decisão foi tomada depois que os advogados chegaram a um acordo preliminar. O Google também observou que a coleta do histórico de pesquisa, mesmo no modo de navegação privada, ajuda os proprietários de sites a avaliar a eficácia de seu conteúdo e marketing.

Com informações da Liga Net

 

Imagens de notícias

Tags:

Compartilhar

Comentários