Inteligência Artificial: Protegendo-se contra fraudes avançadas

Publicado por: Editor Feed News
20/01/2024 19:23:20
Exibições: 49
Cortesia Editorial Pixabay
Cortesia Editorial Pixabay

Desvendando o mau uso da inteligência artificial

 

A ascensão da inteligência artificial (IA) trouxe consigo não apenas inovações positivas, mas também uma nova fronteira para criminosos e golpistas. À medida que a IA se torna mais sofisticada, os cibercriminosos a incorporam em suas táticas, aumentando a ameaça de atividades fraudulentas. Neste artigo, exploraremos como os golpistas estão utilizando a inteligência artificial e forneceremos orientações essenciais para evitar cair em suas armadilhas digitais.

 

O Papel da IA nas Estratégias de Golpistas:
Os criminosos têm adotado a inteligência artificial em suas práticas fraudulentas, buscando enganar as pessoas de maneiras cada vez mais astutas.

 

Alguns dos métodos incluem:

Mensagens personalizadas:

Como funciona: Envio de mensagens personalizadas nas redes sociais ou outras plataformas de comunicação, usando algoritmos de IA para aumentar a persuasão.


Deepfakes enganosos:

Como funciona: Criação de vídeos ou áudios falsos usando IA para imitar vozes e aparências de pessoas conhecidas, com o objetivo de enganar os destinatários. Certamente será muito utilizad nas campanhas eleitorais ao redor do mundo.


Conteúdo falso:

Como funciona: Criação de conteúdo falso (fakenews), como sites, artigos, publicações úteis, para direcionar as vítimas a clicarem em links maliciosos.


Esquemas de emprego falsos:

Como funciona: Publicação de vagas de emprego falsas para atrair pessoas, muitas vezes solicitando depósitos ou informações pessoais para iniciação do emprego.


Chantagem com deepfakes:

Como funciona: Utilização de deepfakes realistas para chantagear vítimas com ameaças de divulgação de material comprometedor. Pegam sua imagem nas redes sociais e refazem com o uso da inteligencia artificial, despindo-a completamente em cenas de sexo, apenas como exemplo.


O Que observar e como se proteger:


Sites suspeitos:

Orientação: Esteja atento a sites duplicados que se assemelham visualmente a sites oficiais, mas contêm links com letras ou números extras. Observe sempre a url no endereço do seu navegador: exemplo: https://oxoxoxoxo.troxa


Empregos duvidosos:

Orientação: Desconfie de ofertas de emprego que pareçam fáceis demais e solicitem depósitos ou informações pessoais antes mesmo de começar.


Mensagens inusitadas:

Orientação: Esteja alerta para mensagens suspeitas, especialmente aquelas que envolvem pagamento para reivindicar prêmios ou participar de promoções.


Verificação de Identidade:

Orientação: Não compartilhe dados pessoais com indivíduos desconhecidos. Verifique a legitimidade de qualquer mensagem recebida.


Senhas seguras:

Orientação: Crie senhas exclusivas para cada conta e evite usar informações pessoais óbvias.

Não clique em links suspeitos:

Orientação: Evite clicar em links duvidosos e sempre verifique a autenticidade de um site antes de fornecer informações.

Para consultar sites no brasil: https://whois.registro.br  no exterior  https://internic.net  e para todas as outras extensões tipo dinheirofacil.info, fiquerico.io, maquina de dinheiro.online e assim por diante. 


A Educação como defesa:
A conscientização é a melhor defesa contra golpes inteligentes. Incentive a educação sobre práticas seguras na internet, realizando workshops e campanhas de conscientização.

 

Para sua segurança, navegue com cautela no mundo cada vez mais digital


A utilização da inteligência artificial por golpistas exige uma abordagem vigilante por parte dos usuários. Ao permanecer informado, verificar cuidadosamente todas as mensagens e adotar práticas de segurança digital, podemos construir uma defesa robusta contra as artimanhas da IA maliciosa. A revolução digital traz consigo desafios, mas a conscientização e a precaução são as chaves para uma experiência online mais segura e protegida.

 

Mike Nelson ( Graduado em Mídias Digitais)

Conteudista da The Mobile Television Network

Imagens de notícias

Tags:

Compartilhar

Comentários