Identificando a Dependência de Álcool: Sinais e Grupos de Risco

Publicado por: Feed News
15/05/2024 17:44:04
Exibições: 78
Cortesia Editorial Freepik
Cortesia Editorial Freepik

3 Sinais de Dependência de Álcool e Quem Está em Risco

 

O alcoolismo é um problema sério, caracterizado pelo consumo frequente de bebidas alcoólicas e por um desejo patológico por elas. Segundo psicólogos, existem certos sinais que indicam que uma pessoa pode estar desenvolvendo um vício.

 

1. Presença de Síndrome de Abstinência

Diferente do envenenamento por álcool, que causa aversão à bebida, a síndrome de abstinência, conhecida como ressaca, leva ao desejo por mais álcool, proporcionando alívio físico e emocional. As pessoas bebem para se sentirem melhor, iniciando um ciclo de consumo excessivo.

 

2. Perda de Controle sobre o Consumo de Álcool

As situações que permitem o consumo de álcool tornam-se mais frequentes, enquanto os fatores que inibem o consumo diminuem. As pessoas começam a beber com mais regularidade, e, quando têm a escolha, preferem beber a passar o tempo sóbrias.

 

3. Perda de Controle da Dosagem

A quantidade de álcool consumida aumenta, tornando-se cada vez mais difícil controlar a dosagem. Muitas vezes, as pessoas acreditam que tomarão apenas um ou dois drinques, mas acabam bebendo muito mais.

 

Além desses sinais, o especialista destacou outros indicativos importantes:

Aumento da tolerância ao álcool, necessitando de quantidades maiores para se sentir intoxicado.
Continuação do consumo apesar das consequências negativas.
Lapsos de memória de curto prazo, como esquecer como chegaram a um lugar ou ter pouca lembrança da noite.
Redução ou perda do reflexo de vômito após grandes quantidades de álcool.
Comentários de entes queridos sobre o excesso de bebida ou a própria percepção de que o consumo pode ser um problema.


Se você notar esses sinais em si mesmo, é aconselhável consultar um narcologista e um psicólogo especializado no tratamento de dependências.

 

Quem Corre Risco de Desenvolver Dependência de Álcool

1. Pessoas com Certas Características Genéticas

Indivíduos com distúrbios metabólicos ou doenças hereditárias que enfraquecem o corpo processam o álcool mais rapidamente, aumentando o risco de dependência em poucos anos.

 

2. Mulheres

As mulheres têm menos água no corpo do que os homens com massa corporal semelhante, resultando em uma concentração mais alta de álcool no sangue mais rapidamente. Assim, se um homem e uma mulher beberem a mesma quantidade de álcool, a mulher ficará intoxicada mais rápido.

 

3. Pessoas Idosas

Com a idade, o corpo absorve o álcool mais lentamente, fazendo com que ele permaneça no organismo por mais tempo.

Compartilhar

Vídeos relacionados

Comentários